blog

Como ganhar dinheiro online com o programa Amazon FBA

lvavpsabiattore

lvavpsabiattore

02 jul, 23

vendernamazon

Você já deve ter ouvido falar ou conhece alguém que vende alguma coisa online. Existem várias alternativas para fazer vendas online, dentre elas: Ebay, Amazon, Camisetas On Demand como Etsy, Redbubble, entre outros, Facebook Marketplace e por aí vai...

Além de produtos online, algumas pessoas vendem serviços através de várias plataformas disponíveis. Conheço gente que fez algum tipo de curso online para aprender a trabalhar como afiliado e ganha dinheiro promovendo produtos ou serviços de outras pessoas online. Mas existe o que, na minha opinião, é a melhor das várias opções que conheço e, acredite ou não, eu já testei várias delas.

O que vamos falar agora é de vender produtos na plataforma da Amazon através do programa conhecido como FBA (Fulfillment by Amazon), onde a Amazon faz desde a separação, embalagem, envio para o cliente como também administra possíveis retornos ou reclamações. Existem várias formas que diferenciam os milhões de vendedores que estão presentes na plataforma, mas vamos tratar das 6 principais variações e como eles buscam por produtos para vender e obter o tão esperado lucro.

São elas:

Retail Arbitrage (RA) - Quem trabalha nesse conceito, essencialmente compra produtos em lojas convencionais que estão concedendo descontos pontuais em produtos que tenham boa procura pela Amazon, anunciam seus produtos e a diferença entre o que pagaram e o valor de venda descontado as porcentagens de operação da Amazon é o lucro que esses vendedores embolsam e repetem o ciclo várias e várias vezes. A dificuldade desse processo é a escalabilidade para o negócio, mas é uma ótima fonte de renda extra.

Online Arbitrage (OA) - Bem similar ao método anterior, neste caso, em vez do vendedor buscar as oportunidades em lojas convencionais, eles buscam também online, porém em outros sites que tenham preços promocionais. Depois da compra, anunciam, vendem e da mesma forma embolsam o lucro.

Drop Shipping — Basicamente, nessa versão, o vendedor anuncia produtos de outra empresa e quando esses produtos são vendidos, ele notifica a empresa dona do produto e ela mesma envia o produto para o cliente. Isso significa que o vendedor da Amazon não precisa comprar o produto antecipadamente, portanto não há custo com estoques. Pode parecer excelente, mas devido à baixíssima barreira de entrada, a competição com outros vendedores é muito alta e os lucros tendem a ser baixos.

Wholesale — O vendedor que atua nessa modalidade é aquele que compra produtos em grandes quantidades, muitas vezes pallets do mesmo item, diretamente dos distribuidores ou, dependendo do volume de compras, pode negociar diretamente com a fábrica. Geralmente são produtos já consagrados de marcas fortes que têm bom volume de vendas na Amazon.

Private Label (PL) — Finalmente, o vendedor que trabalha com esse modelo de negócios desenvolve seu próprio produto e marca e, em seguida, busca um parceiro que possa produzir, que pode ser diretamente da China ou mesmo utilizar fabricantes nos próprios países onde vendem. Para muitos, essa é a opção mais lucrativa, principalmente porque a barreira de entrada aqui é maior uma vez que envolve maior capital, e também existe a barreira da língua para aqueles profissionais que estão trabalhando em países em que o idioma não seja o inglês e vão tratar com fornecedores na China.

Com a exceção do Retail Arbitrage, todos os demais são negócios 100% online que você pode iniciar de qualquer lugar do mundo. É possível, por exemplo, estar em uma praia na Grécia e vender seus produtos na Amazon Estados Unidos ou mesmo estar no Brasil e vender na Amazon Reino Unido.

As oportunidades são incontáveis.

Quais são os custos envolvidos na operação?

Na busca por produtos lucrativos para revender, existem vários aspectos que você deve estar alerta. Os custos dessa operação são definitivamente o ponto onde muitas pessoas perdem dinheiro por não estarem atentas aos custos envolvidos e acabam desistindo da oportunidade.

Cada produto que é vendido na plataforma da Amazon por vendedores terceiros (que atualmente representam aproximadamente 50% do total das vendas), esses vendedores pagam:

Amazon FBA Fees: Se você estiver usando o serviço FBA, essa definitivamente é uma taxa que você deve considerar. Varia de acordo com o tipo, tamanho e peso do produto. Mas caso você esteja embalando e enviando por conta própria, nesse ponto deve considerar o seu custo para esse processo, assim como o custo de frete até o cliente final.

Amazon Referral Fee: A Amazon também quer uma fatia dessa torta, como eles têm uma plataforma com milhões de clientes comprando o tempo todo, eles também te cobram um percentual por cada venda realizada que também varia de acordo com a categoria de produto vendido, mas geralmente é por volta de 15%, sendo em algumas categorias menos e em outras mais.

Storage Fee: É a taxa que eles cobram por armazenar seu produto nos depósitos deles. Geralmente é cobrada por metro cúbico e tempo de armazenagem. Se você tem um bom controle de estoque, essa taxa normalmente é irrisória para cada item.

Shipping Cost: Mais uma vez, se você utiliza o programa FBA, esse é o custo a considerar para enviar os produtos para o estoque da Amazon. Você faz tudo isso através da própria plataforma que já está vinculada com parceiros, como por exemplo a UPS, que vai até você, coleta e entrega diretamente dos centros de distribuição espalhados por todo lado.

Como se tornar um vendedor da Amazon?

Agora você deve estar se perguntando: como posso começar e me tornar um vendedor na Amazon? Bom, para se inscrever no programa, basta ir à página da Amazon no país em questão que você queira iniciar e no rodapé da página terá o link para se tornar um vendedor. Basta se inscrever e nesse momento optar se fará a conta profissional ou a individual, onde existem diferenças no custo, pois a profissional tem um custo pequeno para entrar e já a individual não tem nenhum custo. Assim que você receber o OK por parte deles, você já está apto(a) a buscar produtos, enviá-los para eles e começar a embolsar o lucro de cada venda.

Possivelmente, nessa hora, você está pensando: "OK, mas como faço os cálculos exatos para saber se terei lucro ou não em determinado item que achei mais barato?". Fique ligado no blog porque nos próximos posts eu vou dar dicas de algumas ferramentas adicionais ao app da Amazon (que já te dá muitas dessas informações que falamos) e ainda vou te mostrar como avaliar o ritmo de vendas dos produtos através dos rankings de vendas no site (BSR).

Não se esqueça de se inscrever para receber os próximos posts. O link se encontra no rodapé da página.

Abraço e boa sorte!

Compartilhe

Inscreva-se no
nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

Posts relacionados

vendernamazon
Você já deve ter ouvido falar ou conhece alguém que vende alguma coisa online. Existem várias alternativas para fazer vendas online, dentre elas:[...]
lvavpsabiattore

lvavpsabiattore

02 jul, 23

| Leitura: 9min
plugins premium WordPress