blog

Como escolher o produto para vender online na Amazon

lvavpsabiattore

lvavpsabiattore

02 jul, 23

noestoque

Se você tem tido dificuldade em pensar em qual produto poderia vender na Amazon como Private Label, aqui vão algumas dicas para encontrar a opção certa.

Vender na Amazon tem se tornado um negócio muito atrativo em várias partes do mundo em uma época em que se fala tanto sobre trabalhar online, ter uma renda extra ou mesmo ser dono do próprio negócio. Muitas pessoas têm "caído" nesse negócio e, por não saberem exatamente como funciona a plataforma, tentam iniciar as vendas online e falham, acabando por perder dinheiro. Isso pode acontecer por terem escolhido o produto errado, que não tem demanda, ou por não entenderem propriamente o sistema de ranqueamento (SEO) na plataforma, entre várias outras razões. Portanto, aqui vão algumas dicas de como escolher o produto certo para vender na Amazon.

1 — Pense em algo que você tenha interesse

Primeiro de tudo, pense em algo que desperte seu interesse e que você esteja disposto a dedicar seu tempo. Isso ocorre porque vender online é exatamente como qualquer outro negócio; ou seja, haverá períodos difíceis em que você pensará em desistir. Caso sua escolha tenha sido um nicho pelo qual você não tem empatia ou paixão, será difícil manter-se firme e persistente.

Considere todas as categorias nas quais você tenha permissão para vender, como Roupas e Acessórios, Produtos de Beleza, Casa e Jardim, Brinquedos, e assim por diante. Após escolher a categoria na qual gostaria de trabalhar, vá filtrando por subcategorias até chegar ao produto que desperte seu interesse.

Navegando pelo próprio site da Amazon, você terá muitos insights.

2 — Busque na Amazon e observe o que os outros estão vendendo

Após fazer uma lista de possíveis alternativas de produtos que você tem interesse em vender, comece a pesquisar na Amazon o que outros vendedores estão vendendo nesse nicho.

Caso perceba que escolheu algum produto popular, é importante buscar a curva de tendência (possível de ser verificada no próprio Google Trends, por exemplo). Se a tendência estiver forte, entre com esse produto enquanto ela durar, mas não ignore outros vendedores que possivelmente podem entrar para aproveitar a oportunidade.

Uma dica valiosa é buscar produtos que estejam nas primeiras posições na busca da Amazon e que ainda não tenham grande quantidade de avaliações. Dessa forma, será mais fácil competir, uma vez que a Amazon é uma plataforma muito voltada para a prova social. Portanto, competir com um concorrente que tenha um produto similar ao seu e já tenha 300 avaliações quando você recém lançou seu produto e ainda tem apenas alguns ou mesmo nenhum avaliação, será muito difícil ganhar tração e ranquear.

A Amazon ranqueia os anúncios de acordo com vários fatores (a Amazon não divulga o algoritmo de ranqueamento), que vão desde as avaliações e popularidade até a velocidade. Portanto, se você conseguir um produto com poucas avaliações em comparação com seus concorrentes e conseguir ultrapassá-los e apresentar um bom volume de vendas, rapidamente chegará à primeira página nas buscas e começará a vender organicamente, sem nenhum investimento em publicidade.

3 — Tenha certeza de que possui um produto lucrativo

Pode parecer sorte encontrar esse tipo de produto na Amazon, mas não é. Utilizando as ferramentas certas, você verá que existem milhares de oportunidades entre os milhões de produtos vendidos no catálogo da Amazon. Eu utilizo [INSIRA AQUI O NOME DA FERRAMENTA] (Veja o cupom de 50% off para o 1º mês).

Se fizer tudo corretamente, certamente encontrará um produto que lhe trará satisfação.

Busque o produto em sites como Alibaba para saber se conseguirá lançá-lo na Amazon com um custo adequado. Nesse site, você encontrará produtos similares que pode vender com sua marca estampada. Os fornecedores ali são capazes de lhe oferecer preços já com os custos de importação incluídos. Dessa forma, adicione ao custo do produto as taxas que a Amazon lhe cobrará, assim como suas demais despesas para vender esse produto. Assim, poderá ter certeza de que venderá um produto lucrativo.

4 — Analise sua concorrência

Mesmo que você tenha acertado muito nos passos anteriores, pode acabar com o estoque "encalhado" caso não tenha feito uma boa análise de seus concorrentes e não saiba como eles estão operando.

Saber quais são as estratégias de marketing e preços que eles estão aplicando pode ajudar a planejar de que forma irá impactar o mercado e gerar faturamento.

Às vezes, vendedores usam táticas fora das regras, uma vez que a Amazon é bem restrita, mas enquanto não são "pegos", usam essas táticas para ranquear e obter o máximo de vendas possível. Contudo, quanto mais você souber sobre como seus concorrentes operam, mais seguro estará para lançar seu produto.

5 — Faça uma lista das características do seu produto

Agora que você já tem as informações mais afinadas sobre qual produto lançar e sobre o mercado, é hora de pontuar as principais características.

Você precisará disso para construir o anúncio. Use as palavras mais relevantes que seus clientes poderão utilizar para buscar seu produto, dessa forma deixará seu anúncio otimizado para o SEO da Amazon.

Nessa etapa, você já deve ter avaliado os concorrentes e sabe quais são os pontos fracos deles. Portanto, ao descrever seu anúncio, reforce os pontos em que seu produto é superior.

6 — Teste o produto selecionado

Antes de fazer o pedido de compra do seu primeiro lote de produtos, faça um pedido de amostras junto ao seu fornecedor para avaliar se o produto fisicamente está dentro das suas expectativas. Uma boa ideia também é comprar alguns produtos de seus concorrentes para comparar com sua amostra.

Se desejar testar o mercado, você pode vender produtos similares afiliando-se a empresas que possam faturar em seu lugar. Dessa forma, terá uma boa ideia de como o mercado se comporta na compra desse tipo de produto.

7 — Tome sua decisão final

A essa altura, você deve ter dois ou três produtos que são viáveis para lançar na Amazon com sua marca própria. Já tem o mercado mapeado, os fornecedores escolhidos, assim como os produtos testados.

Portanto, o próximo passo é escolher a melhor opção dentre as que encontrou e iniciar o trabalho. Faça o primeiro pedido junto ao fabricante, prepare-se para o lançamento e fique de olho em possíveis mudanças no mercado. Se fez o trabalho corretamente, esse produto deve lhe trazer um bom percentual de lucro e um bom volume de vendas, o que lhe levará ao próximo produto. E essa é a beleza da escalabilidade desse modelo de negócio.

Considerações Finais

Vender na Amazon é uma oportunidade enorme, porém tenha em mente que é um negócio como qualquer outro, ou seja, traz riscos agregados ao negócio.

Se escolher o produto errado, que não tenha demanda suficiente, perderá uma boa parte do dinheiro investido para se livrar desse estoque. Portanto, invista um bom tempo na fase de busca de produto e mapeamento do mercado.

Repita essa operação inúmeras vezes e terá um negócio 100% online e extremamente lucrativo, sem a necessidade de lidar com todas as complicações que geralmente vêm com negócios físicos, como gerenciamento de pessoal, aluguel e tudo mais.

Para mais conteúdos como esse, inscreva-se no blog e receba em seu email as novas publicações, assim como no canal do Youtube (http://bit.ly/2G5yWe8) para ter acesso a dicas para montar uma operação 100% online e lucrativa, seja com o objetivo de uma renda extra ou porque quer trabalhar em casa em tempo integral.

Abraços e boa sorte!

Compartilhe

Inscreva-se no
nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

Posts relacionados

noestoque
Se você tem tido dificuldade em pensar em qual produto poderia vender na Amazon como Private Label, aqui vão algumas dicas para encontrar a opção certa.[...]
lvavpsabiattore

lvavpsabiattore

02 jul, 23

| Leitura: 7min
plugins premium WordPress